Mais Lidas

Todo mundo comentando

Bolsonaro acusa Moro de vazamento de relatórios e que pode ter cometido crime contra a Lei de Segurança Nacional

Não perca nenhum conteúdo de nosso Blog. Clique no botão abaixo e fique atualizado!

Hoje (05) o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) acusou o ex-ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, de vazar relatórios restritos a veículos de imprensa e disse que a iniciativa pode se enquadrar na Lei de Segurança Nacional.

O chefe do executivo afirmou “ele tinha peças de relatórios parciais de coisas que eu passava para ele” e que “entregava para a Globo. Isso é crime federal, talvez incurso na Lei de Segurança Nacional”.

Quando entrava no Palácio da Alvorada, Bolsonaro afirmou que não tentou interferir na Superintendência da Polícia Federal no Rio de Janeiro, e que nenhum momento pediu acesso a relatório nenhum.

Bolsonaro afirmou que “em nenhum momento eu pedi relatórios de inquérito. Isso é mentira deslavada por parte dele. Ele disse que eu pedi em uma reunião de ministro. Em uma reunião de ministro, a gente ia pedir algo ilegal? Eu não peço ilegal nem individualizante, quem dirá de forma coletiva”.

O presidente foi questionado diversas vezes sobre possíveis interferências na superintendência da PF no Rio.


Para obter mais conteúdos siga o Diário Prime no Google News. Quer se avisado de graça sobre os melhores conteúdos em primeira mão? Receba Nossas Notificações Aqui!