Publisher Theme
Art is not a luxury, but a necessity.

Para Rodrigo Maia, a extinção do Ministério da Segurança Pública foi um erro do Governo Bolsonaro

0 28

Depois que o Presidente Bolsonaro afirmou que pode recriar o Ministério da Segurança Pública, Rodrigo Maia se manifestou sobre o tema. Ele deu entrevista aos jornalistas e foi o estadão quem divulgou a notícia em seu site. Maia disse que vê com bons olhos a possibilidade de recriação do Ministério e disse que foi um erro ter acabado com ele. “Foi um erro para o próprio governo” – disse ele.

O Presidente Bolsonaro falou sobre a possibilidade de recriação do Ministério da Segurança Pública hoje (22) no Palácio do Planalto. Ele estava reunido com secretários de segurança dos Estados da Federação. E Rodrigo Maia disse que tem o seu apoio, mesmo ainda não tendo conversado com o Presidente sobre o tema. Para ele isso significa a valorização da política de segurança pública encampada pelo próprio governo.

Confira: Sérgio Moro vai à forra: Ministro Luiz Fux suspende Juiz de Garantias por tempo indeterminado.

A afirmação de Maia ainda não foi comentada pelo Presidente Bolsonaro. Mas possivelmente o chefe do Executivo se sentirá confortável com a sinalização do Deputado. Afinal, o apoio do Presidente da Câmara a uma pretensão tão grandiosa é sempre bem vinda para as negociações em torno do tema.

Reprodução de Imagem do Facebook de Rodrigo Maia
Reprodução de Imagem do Facebook de Rodrigo Maia

Relações com Sérgio Moro e a política de segurança pública do Governo Bolsonaro

No início do Governo Bolsonaro Rodrigo Maia e Sérgio Moro se estranharam algumas vezes. Maia dizia que o Ministro estava querendo agir como juiz, mesmo tendo já deixado a magistratura. E afirmava que ele precisava aprender a se comportar politicamente. A começar por aceitar a independência do Poder Legislativo.

Leia: A casa caiu: MPF faz denúncia contra Glenn Greenwald e ele poderá ser condenado.

Sérgio Moro, por sua vez, acusava o Congresso Nacional de fazer pouco caso das pautas da segurança pública, bandeira levantada por ele. O Ministro se rebelou várias vezes falando sobre o assunto, o que chegou a lhe causar problemas até mesmo com o Presidente Bolsonaro. Este também precisou chamar-lhe a atenção e disse que ele não tinha mais o “poder da caneta”.

Entretanto, com o projeto da lei anticrime tramitando os laços entre Maia e Moro foram se estreitando e as diferenças passaram a ser relativizadas. Hoje Rodrigo Maia é um dos maiores aliados da política de segurança pública do Governo Bolsonaro. E isso representa um grande avanço para a relação Executivo – Legislativo. Tomara que pelo meio do caminho não aconteça algo que venha a azedar essa relação.

Você pode gostar: Regina Duarte aceita ser a nova Secretária de Cultura.

deixe uma resposta

seu endereço de e-mail não será publicado