/Pegando Fogo

Já falamos aqui diversas vezes sobre como o Blockchain está a cada dia mais presente nas nossas vidas. Com as suas possibilidades infinitas o Blockchain vem sendo utilizado em diversos tipos de trabalhos, dos mais complexos aos mais simples. Sendo assim, desta vez não poderia ser diferente. Aqui no Brasil, um investidor fez uma aplicação um tanto diferente para o Blockchain. A tecnologia está sendo utilizada para a reciclagem de produtos.

Blockchain
Blockchain Reciclagem. (imagem: Pixabay)

O Blockchain e a reciclagem

No estado de São Paulo, a tecnologia Blockchain tem ajudado na reciclagem do lixo.

Blockchain: empresa em São Paulo utiliza a Tecnologia para Reciclagem - Dinheiro Digital
Publisher Theme
Art is not a luxury, but a necessity.

Blockchain: empresa em São Paulo utiliza a Tecnologia para Reciclagem

A Molécoola incentiva a Reciclagem com uso da BlockChain.


A ideia que foi desenvolvida pela empresa Molécoola, busca incentivar a prática da reciclagem através do incentivo. Assim as pessoas recebem pontos pelos produtos depositados na empresa.

Estes pontos ganhos podem ser trocados por produtos ou serviços e tudo feito de forma segura e transparente graças ao Blockchain.

Assim segundo reportagem do Estado de São Paulo, publicada hoje, 03 de outubro, o Brasil perde cerca de R$ 8 bilhões anuais por não reciclar corretamente seu lixo. Desta forma o empresário e fundador da Startup, Rodrigo Jobim Roessler criou a Molécoola. A empresa tem o intuito de evitar esta perda de dinheiro.

Atualmente 10 empresas participam do programa de fidelidade, são elas:

  • Shopping Center Norte
  • Shopping Jardim Sul
  • Makro Lapa
  • Interlagos
  • Vila Maria
  • Shopping Metrô Tucuruvi
  • Maxxi Taboão da Serra
  • Leroy Merlin Morumbi
  • Parque Vicentina Aranha (São José dos Campos)
  • Jaguariúna

- Advertisement -

e ainda mais 30 unidades estão para serem inauguradas.

O BlockChain tem a função de rastrear os produtos que serão reciclados, garantindo assim, a transparência em todo processo.

Além disso, a empresa faz também um trabalho de conscientização com a população.

A empresa recebe todos os tipos de materiais, como por exemplo:

  • Lata
  • Papelão
  • Plásticos
  • Vidros
  • Eletroportáteis
  • Eletrônicos
  • Óleo de cozinha

Planos audaciosos

A empresa que segue tendo boa aceitação no mercado, atua no ramo de franquias. Desta forma, parte destas que estão espalhadas por São Paulo, são lojas franqueadas.

Mas, os planos do empreendedor são muito maiores. Assim, ele deseja criar até o ano de 2025, mais de 5 mil pontos de recebimento, impactar financeiramente sete mil famílias, coletar 350 mil toneladas de resíduo por ano, ampliar a presença em todos os estados do Brasil e consolidar um modelo de expansão internacional.

“ Decerto a inclusão de todo o ecossistema de resíduos em uma única plataforma e a tecnologia de não repetição de dados e de chaves criptografadas entre os entes de uma cadeia foi o que levou o World Economic Forum a reconhecer nossa solução”.

Disse o dono da empresa sobre o prêmio que receberam no Fórum Econômico Mundial


Para obter mais conteúdos siga o Diário Prime no Google News. Quer se avisado de graça sobre os melhores conteúdos em primeira mão? Receba Nossas Notificações Aqui!


Postagens recentes

1 De 174