/Pegando Fogo

O bitcoin hoje enfrenta mais uma dificuldade de apoio. Agora por parte dos chineses. No final do mês de dezembro do ano passado a China divulgou um aumento repentino das atividades envolvendo a criptomoeda.

Essa divulgação corresponde a um alerta chinês, pois o Banco Central da China com apoio do Estado se prepara para lançar sua própria moeda digital. E embora o presidente Xi Jinping tenha declarado em outubro passado apoiar a blockchain, os outros chefes de estado parecem não estar dispostos a apoiar o bitcoin hoje e tampouco daqui para frente.

Bitcoin hoje enfrenta dificuldade de apoio por parte dos chineses - Dinheiro Digital
Publisher Theme
Art is not a luxury, but a necessity.

Bitcoin hoje enfrenta dificuldade de apoio por parte dos chineses

A China está adiantando o seu projeto de lançar a sua criptomoeda própria, porque confirmou que o bitcoin hoje representa grande volume das negociações internas.


Bitcoin hoje enfrenta dificuldade de apoio por parte dos chineses
Bitcoin hoje enfrenta dificuldade de apoio por parte dos chineses | Foto: Portal do Bitcoin

Veja mais: Bitcoin hoje: Burguer King começa a aceitar pagamento em bitcoin na Venezuela

China se distancia do mercado bitcoin

Os demais líderes do estado chinês parecem estar decididos a não abrir mão do controle e do poder ao permitirem a circulação da criptomoeda no país.

Mu Changchun, diretor do Instituto de Pesquisa de Moeda Digital do Banco Popular da China, comentou sobre a intenção do banco central em esperar que os chineses apoiem a favor do BTC: “a moeda não é especulativa”.

Mercado Bitcoin

- Advertisement -

Esse foi um final de ano tranquilo para o mercado das criptomoedas, já que os volumes de negociação foram abaixo do esperado. O bitcoin permaneceu em torno de US $ 7.000.

Entretanto, na última quinta-feira, o BTC teve um aumento de 4%, assim que as notícias sobre o assassinato do general iraniano foram espalhadas. O bitcoin hoje (até o momento) atingiu o patamar de US $ 7.963,14.

Nações Unidas elogia o blockchain

Antônio Guterres, secretário-geral das Nações Unidas, elogiou o blockchain como essencial para a organização. A ONU pretende usar a ferramenta blockchain para serem mais abertos com os doadores em relação a como o dinheiro é usado.

Guterres disse:

“Para que a ONU cumpra da melhor maneira o mandato na era digital, é necessário apoiar tecnologias que possam acelerar o alcance dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável”.

E, inclusive, a ONU já começou. Junto com a Mongólia, investiram em um projeto para exportar caxemira sustentável por meio do blockchain baseada na moeda digital Ethereum.

Veja também: Bitcoin hoje será uma boa opção de investimento?


Para obter mais conteúdos siga o Diário Prime no Google News. Quer se avisado de graça sobre os melhores conteúdos em primeira mão? Receba Nossas Notificações Aqui!


Postagens recentes

1 De 174