/Pegando Fogo

Mario Mazzola é um desenvolvedor e amante da tecnologia, residente atual de Cuba mas que nasceu na Itália. Não mede esforços para aprimorar a tecnologia e criar soluções a partir dela. Assim como, recentemente Mario Mazzola lançou um produto que se chama QBita. De acordo com ele é uma carteira de Bitcoin com o intuito de atender as necessidades de Cuba. Por outro lado, todos já sabem que em Cuba há um grande interesse não somente em Bitcoin mais em criptomoedas de modo geral.

Segundo post no Facebook oficial da QBita o interesse veio a partir: “O QBITA nasceu como uma solução para os problemas de exclusão financeira que afetam aqueles que vivem em Cuba, devido ao bloqueio dos EUA.” Porém como ele ressalta não foi fácil segundo Mario “Os principais problemas foram infraestrutura. Quando comecei a desenvolver o QBita em abril de 2019, nem o ADSL (serviço de internet contínuo) em casa tinha e o 3G era algo novo. Minha conexão para desenvolver um software tão complicado quanto uma carteira Bitcoin consistia em dados de celular, usados ​​como um ponto de acesso.”

Bitcoin Hoje: Cuba conta agora com uma carteira de Bitcoin - Dinheiro Digital
Publisher Theme
Art is not a luxury, but a necessity.

Bitcoin Hoje: Cuba conta agora com uma carteira de Bitcoin


Perguntado sobre a posição do país sobre Bitcoin e criptomoedas, ele respondeu: “Em Cuba, o interesse por criptomoedas é grande. O problema é que as pessoas estão interessadas nas razões erradas. Existem milhares de pessoas em Cuba que participam de grupos do Facebook e canais de telegrama dedicados ao mundo das criptomoedas. Mas, infelizmente, a abordagem é sempre dinheiro fácil. Fala-se muito em negociação, arbitragem, afiliações, investimentos em projetos obscuros, empilhamento Altcoin sofisticado convertível em metais preciosos improváveis.”

bitcoin hoje
Imagem: Qbita Monedero Bitcoin Oficial

- Advertisement -

Mario Mazzola é muito otimista para o QBita e também para o Bitcoin

Segundo Mario em uma previsão otimista para 3 anos ele comenta: Minha previsão para 2022 é muito otimista. QBita terá competição local. O preço do Bitcoin quebrou abundantemente os altos de janeiro de 2018 e será considerado mais do que um veículo para investir em projetos de pirâmide. Eu também acredito que as criptomoedas entrarão em breve no cotidiano de muitos habitantes da ilha. Não acho louco pensar que nos próximos três anos até que o governo cubano possa lançar sua própria criptografia, como a Venezuela já fez e como a China provavelmente fará também”

Por outro lado, já é possível ver Cuba se movimentando, para contornar as sanções impostas pelos EUA. Assim como procurando alternativas para que isso não afete o dia a dia. Criando soluções como está, para estar conectado ao mundo sem ao menos ter uma internet de qualidade. Assim como, aprimorando também a tecnologia.

Entrevista realizada por Manuel Reyes

facebook.com/QBita-Monedero-Bitcoin-115076776534375/


Para obter mais conteúdos siga o Diário Prime no Google News. Quer se avisado de graça sobre os melhores conteúdos em primeira mão? Receba Nossas Notificações Aqui!


Postagens recentes

1 De 174