Publisher Theme
Art is not a luxury, but a necessity.

Bitcoin Hoje: Confira a quantidade de bancos centrais é concorrente do Bitcoin


O Bitcoin é a primeira moeda digital que chegou no mercado e vem dando muito certo, pois tem ultrapassado fronteiras. Nessa corrida pela dominância de mercado, existe os possíveis concorrentes, no caso da criptomoeda existe os bancos centrais. Pelo menos em teoria, mas o que vem a tona é a quantidade de concorrentes que o BTC possui.

A lista de concorrentes é bem vasta, pois existe bancos centrais em todos os continentes, mas nem em todos os países. De certa forma era impossível uma moeda digital crescer e desenvolver dessa forma como o BTC.

O projeto do Bitcoin era fazer parte do mercado financeiro, graças à adoção de todos pelo BTC chegou um nível diferenciado. O Banco Central do Brasil responsável pela condução da política monetária, ou seja trabalha toda gestão financeira do país.

bitcoin hoje
Imagem: Pexels

Suas funções emitem moedas controle de preço e inflação, realizar a gestão do Sistema Financeiro Nacional, trabalhar na política cambial. Todos esses serviços e funções citados são feitos atualmente entre outros que não foram citados.

- Advertisement -

Confira a consolidação do Banco Central, o principal concorrente do Bitcoin

A concorrência para o BTC é forte, pois a consolidação é extremamente sólida dos bancos centrais espalhados pelo mundo. Com o Brasil existe 179 bancos centrais no mundo atualmente, de acordo com informações do BIS.

É evidente e natural que tivesse mais banco centrais do que Bitcoin no mercado espalhado pelos países. Os EUA é o único país que tem 13 bancos centrais. Dessa forma, o total seria de 191 BCs, lembrando que existem 195 países no mundo segundo a ONU.
O Banco Central é o grande concorrente do Bitcoin, pois não aceita a implementação da moeda digital. Recentemente em um relatório o BIS declarou que o blockchain pode ser importante, desde que bem regulamentada.

Segundo informações reportadas existem países que não aderiu os bancos centrais, um exemplo mais próximo é o Panamá. Apesar de não aderir o BC o dólar é a principal moeda, o país possui um grande número de bancos. No Panamá há uma lei que promove a liberdade bancária, isso facilitaria adoção do BTC no país.

Por esse motivo o Bitcoin pode passar a ter uma grande relevância no mundo. O Bitcoin pode encontrar mais facilidades de adoção nos países que possuem mais liberdade de expressão monetária.

Para concluir um ponto negativo para os países que não têm um BC é que podem passar apuros. Em resumo o BTC concorre com muitos BC e que disputa diretamente com a principal moeda de reserva, o dólar.


Para obter mais conteúdos siga o Diário Prime no Google News. Quer se avisado de graça sobre os melhores conteúdos em primeira mão? Receba Nossas Notificações Aqui!