Publisher Theme
Art is not a luxury, but a necessity.

Dólar hoje: moeda abre essa quinta-feira (30/05) em queda

Após o café da manhã na terça-feira (28/05), moeda segue trajetória de baixa, com mercado mais confiante na política nacional!

Dólar Hoje: Após fechar a semana passada em alta, moeda americana volta a cair. Um dia após as manifestações desse domingo, moeda seguia sua trajetória de alta. Entretanto, após o presidente da república Jair Bolsonaro promover um encontro com os líderes dos três poderes, o mercado seguiu mais otimista.

Dessa forma, com a trajetória da moeda decrescente, o dólar comercial fechou essa quarta-feira com queda de 1,2%. O valor operado na venda foi de R$ 3,976 no fechamento de ontem. Hoje, a moeda abriu o dia caindo. Às 12h10, a moeda chegou a bater  o valor de R$ 3,9584.

  • Veja cotação em tempo real:
Siga o Diário Prime no Google News. Receba de graça os melhores conteúdos, Loterias, Futebol ao Vivo, Finanças, em primeira mão.

Dólar Hoje: Acontecimentos que animaram o mercado

No café da manhã oferecido pelo planalto na manhã de terça-feira (28), Bolsonaro juntamente com Moro e Guedes entregou uma carta para o presidente do Senado. Nela, o Executivo pediu que a casa aprovasse a medida provisória da reforma administrativa. Pois, caso sofresse alterações, poderia vir a caducar no congresso, visto que possuía prazo máximo de aprovação na casa até 03/06.

Com a aprovação da MP pelo senado o mercado sentiu-se mais otimista. Com isso, o Brasil continua mostrando esforço em controlar os juros da dívida e a evolução dos gastos públicos. Entretanto, foi mantido o Coaf (Conselho de Controle de Atividades Financeiras) no Ministério da Economia. Essa foi, uma das derrotas do Executivo no congresso, que causou mal estar na semana passada.

  • Leia mais:

PIB: Itaú rebaixa expectativa de crescimento econômico pra 2019!

Taxa SELIC: Você sabe o que é a taxa básica de Juros?

No exterior o clima ainda é de cautela

Todavia, se por um lado, no Brasil, os ânimos do mercado foram acalmados, no mundo a situação ainda é diferente. Com a guerra comercial entre EUA e China longe de um desfecho, o mercado segue cauteloso. A cautela, no entanto, aumentou depois de alguns jornais chineses anunciarem que o país está pronto para usar terras raras. Com isso, o governo chinês mostrou que essa estratégia seria uma retaliação, em virtude, da guerra comercial com os EUA.

Terras raras são um grupo de 17 elementos químicos usados em praticamente tudo. Desde eletrônicos até equipamentos militares. Desse modo, com esse anuncio houve perspectiva de que seu valor pudesse subir como consequência da guerra comercial. Dessa forma, houve cautela por parte dos investidores. Apesar da cautela externa, contudo, o mercado interno segue otimista, e o dólar hoje deve fechar em baixa novamente.