Publisher Theme
Art is not a luxury, but a necessity.

Bolsonaro não irá às manifestações domingo!

Presidente voltou a afirmar que é contra posições radicais que estão na pauta das manifestações marcadas para domingo dia 26.

Em café da manhã com alguns jornalistas, o Presidente Jair Messias Bolsonaro falou sobre as manifestações marcadas para domingo. “Quem defende o fechamento do Supremo Tribunal Federal e do Congresso Nacional está na manifestação errada”. Disse então, o presidente referindo-se às pautas polêmicas que serão defendidas no próximo domingo.

De acordo com o próprio presidente, essas pautas estão mais para o presidente Nicolás Maduro da Venezuela. Nesse sentido, essa é uma das principais razões que fez ele anunciar que não irá participar das manifestações, convocadas por simpatizantes do seu partido.

Ao lado de alguns ministros, o presidente da república passou cerca de uma hora da manhã dessa quinta feira com jornalistas. Após a sabatina, reuniu-se com o ministro da Economia Paulo Guedes e com o presidente da FCA Fiat, em uma reunião fechada.

Siga o Diário Prime no Google News. Receba de graça os melhores conteúdos, Loterias, Futebol ao Vivo, Finanças, em primeira mão.

No final da manhã, embarcou para a cidade de Capanema no estado do Paraná. Lá irá participar de uma cerimônia de inauguração da usina hidrelétrica de Baixo Iguaçu no início da tarde. Ao final do dia retornará para as atividades em Brasília.

Manifestações pró Bolsonaro marcadas por polêmicas

Convocada para esse domingo dia 26 as manifestações são marcadas por diversas polêmicas. Desse modo, manifestantes irão além de transmitir o apoio à Jair Bolsonaro, colocar pautas radicais na manifestação. Dentre elas, o fechamento do congresso e do Supremo Tribunal Federal.

Essas pautas fizeram com que vários parlamentares da base governista recuassem em relação à participação das manifestações no próximo domingo. Ao saber delas, o próprio presidente mostrou-se contrário à tal radicalismo.

De acordo com alguns líderes do manifesto, as pautas foram levantadas em virtude dos atuais acontecimentos no congresso. Nesse sentido, reformas essenciais como a da previdência estão travadas, e com isso emperrando a economia do país.

Outra proposta que também encontra-se parada na câmara dos deputados é o projeto anti corrupção apresentado pelo Juiz Sérgio Moro. O projeto encontra-se ainda em fase inicial na câmara dos deputados.