Publisher Theme
Art is not a luxury, but a necessity.

Fórmula E: coronavirus provoca cancelamento de mais uma corrida

Após a Fórmula 1 e a MotoGP serem obrigadas a mudarem em seus calendários, o coronavírus também segue impactando na programação da temporada da Fórmula E, que está na metade. Nesta sexta (6), a organização informou que outra etapa foi cancelada, a exemplo do ocorrido com o E-Prix de Sanya, na China, marcado para o próximo dia 21.

Segundo comunicado emitido pela Fórmula E, a corrida que seria realizada nas ruas de Roma, em dia 4 de abril, não irá mais acontecer e também não há chance de reagendamento. Angelo Sticchi Damiani, presidente do Automóvel Clube da Itália e organizador da prova, explicou que a decisão foi tomada após algumas medidas adotadas pelo governo italiano.

Fórmula E: calendário impossibilita remarcação da prova

Siga o Diário Prime no Google News. Receba de graça os melhores conteúdos, Loterias, Futebol ao Vivo, Finanças, em primeira mão.

Um dos decretos emitidos proíbe realização de eventos esportivos com a presença de público até o dia 3 de abril, além de outros eventos cujas pessoas fiquem a menos de um metro uma da outra. Dessa forma, partidas do Campeonato Italiano, da Liga dos Campeões e da Liga Europa estão sendo disputadas com portões fechados ou sendo postergadas para o final da temporada.

Leia também: Após Etapa De Abertura Ser Cancelada, Novo Calendário É Divulgado

Última etapa da Fórmula E foi disputada no México. Crédito: Twitter da Fórmula E
Última etapa da Fórmula E foi disputada no México. Crédito: Twitter da Fórmula E

Diferente da Fórmula 1 e da MotoGP, cujas temporadas estão se iniciando neste mês e por isso há espaço para reagendamentos, a Fórmula E não dispõe desse tempo. Isso porque o calendário da categoria se assemelha aos das ligas de futebol, se iniciando no segundo semestre de um ano e terminando no primeiro semestre do ano seguinte.

Damiani explicou que não foi possível arranjar outra data para a realização da prova, até porque não haveria tempo hábil para submetê-la a administração romana. Outro ponto destacado pelo promotor da corrida é que o calendário internacional está completamente saturado.

Fórmula E: outras categorias tiveram que alterar calendário

O surto de coronavírus também provocou mudanças no calendário da Fórmula 1 e da Moto GP, além de gerar muita incerteza. A principal categoria do automobilismo mundial adiou para o final da temporada o GP da China e ainda pairam dúvidas quando o GP da Austrália, dia 15.

Leia também: Fórmula 1 Já Decidiu O Que Fazer Caso Equipes Não Possam Viajar Para A Austrália Por Conta Do Coronavírus

Já a MotoGP cancelou a corrida de sua categoria principal neste final de semana no Catar, mantendo somente a Moto2 e a Moto3, cujas equipes já estavam no país para a pré-temporada.

O GP da Tailândia, que seria a etapa seguinte, foi remanejado para o segundo semestre, o que também provocou a antecipação do GP de Aragão, na Espanha.

Leia também: Brasileiro Fica Perto De Se Tornar Terceiro Piloto De Equipe Após Obter Superlicença