Publisher Theme
Art is not a luxury, but a necessity.

Fórmula 1: por conta de coronavírus, Ferrari diz à FIA o que precisa para viajar à Austrália

Como não poderia ser diferente, o temor provocado por conta do coronavírus também chegou na Fórmula 1 e a equipe Ferrari foi a primeira a se manifestar a respeito do assunto e quer garantias da Federação Internacional de Automobilismo para viajar à Austrália, local onde será realizada a etapa que abre a temporada, em 21 de março, com segurança.

Fórmula 1: Chefão da Ferrari quer garantias da FIA

Equipe sediada na Itália, país europeu onde houve uma explosão dos casos da doença e dezenas de mortos, a Ferrari está preocupada com o deslocamento de seus funcionários até a Austrália e quer que a FIA assegure condições ideais para que a viagem até a Austrália, par a abertura do Mundial de Fórmula 1, ocorra de forma segura.

Siga o Diário Prime no Google News. Receba de graça os melhores conteúdos, Loterias, Futebol ao Vivo, Finanças, em primeira mão.

Leia também: Ross Brawn Quer Punições Melhor Explicadas

Mattia Binotto está preocupado com a abertura da temporada de Fórmula 1. Crédito: Getty Images
Mattia Binotto está preocupado com a abertura da temporada de Fórmula 1. Crédito: Getty Images

O chefe da escuderia italiana, Mattia Binotto, disse que existe risco de funcionários da equipe não poderem viajar ou ter que ficar em quarentena assim que desembarcarem na Austrália. Ele citou ainda o fato de membros da equipe terem encontrado dificuldade para chegar no Barein, onde estão sendo realizados os testes da Fórmula 2. “Alguns engenheiros que iriam (para o Barein) ficaram em casa e não encararam o risco”, disse o chefão ferrarista. Para ele, é a prioridade é proteger os empregados.

Fórmula 1: Corridas estão mantidas, por enquanto

A Alpha Tauri (antiga Toro Rosso) é outra equipe sediada na Itália e, além disso, a Ferrari também presta assistência para a americana Haas e a suíça Alfa Romeu (antiga Sauber), sem contar a fabricante de pneus Pirelli também ser italiana. Isso faz com que Binotto questione o futuro da corrida se essas equipes ficarem impedias de viajarem. “Qual vai ser a situação se quatro times não puderem ir à corrida, ela vai acontecer ou não?”, questiona.  

Leia também: Ferrari não avisou Leclerc sobre punição à Vettel

Alpha Tauri é outra equipe italiana na Fórmula 1. Crédito: Divulgação
Alpha Tauri é outra equipe italiana na Fórmula 1. Crédito: Divulgação

Nesta sexta-feira (28), durante os testes de pré-temporada realizados no circuito de Barcelona, na Espanha, os chefes das equipes se reuniram com Chase Carey, CEO da Fórmula 1. Em um primeiro momento ficou estabelecido que as corridas, 21 no total, serão mantidas, mas a situação pode mudar. O Grande Prêmio da China, que estava inicialmente marcado para 19 de abril já foi adiado para o final da temporada em razão do coronavírus.

Veja também: Hamilton aprova punição à Vettel