Publisher Theme
Art is not a luxury, but a necessity.

Fórmula 1: Duelo Schumacher x Alonso no GP de Imola de 2005 voltará a ser reprisado neste domingo. Confira onde assistir

A Fórmula 1, assim como todas as atividades esportivas ao redor do mudo, está parada por conta do avanço do coronavírus. Enquanto os motores não voltam a roncar, a solução para os fãs matarem a saudade está sendo a exibição de VTs de grandes corridas, o que o canal SporTV vem fazendo através do programa “Túnel do Tempo”.

Neste domingo (5), às 09 horas, o SporTV2 mais uma vez mostrará o VT do Grande Prêmio de Ímola de Fórmula 1 de 2005. Nessa prova houve um espetacular duelo entre o então atual campeão Michael Schumacher contra Fernando Alonso, que viria a ficar com o título naquela temporada.

Fórmula 1: Renault chega dominante para o GP de Ímola

Siga o Diário Prime no Google News. Receba de graça os melhores conteúdos, Loterias, Futebol ao Vivo, Finanças, em primeira mão.

Fórmula 1: Renault não descarta ir atrás de piloto da Ferrari

Disputado no dia 24 de abril de 2005, o Grande Prêmio de San Marino, em Ímola, foi a quarta etapa do Mundial de Fórmula 1 e abria a temporada europeia. O campeonato foi marcado pelo que ficou com conhecido como a “guerra dos pneus”, com os compostos fabricados pela Michelin levando vantagem sobre os da Bridgestone.

Alonso e Schumacher fizeram um grande duelo da Fórmula 1. Crédito: reprodução YouTube
Alonso e Schumacher fizeram um grande duelo da Fórmula 1. Crédito: reprodução YouTube

Calçando os pneus da marca francesa, a Renault chegou para aquela corrida tendo vencido as três primeiras etapas, com Giancarlo Fisichella sendo o vencedor na Austrália e Alonso ganhando na Malásia e o Barein. E foi do espanhol a pole naquela corrida, enquanto que o heptacampeão Schumacher partiria apenas da 13ª posição, após um erro durante a classificação.

Naquela temporada, a Fórmula 1 tentou inovar, fazendo um treino de classificação horas antes da corrida, onde também se considerava os tempos de sábado. Mas o confuso sistema não durou muito e sendo abolido posteriormente.

Fórmula 1: alemão faz grande corrida de recuperação

Na largada, Alonso perdeu a posição para Raikkonen, da McLaren, enquanto que lá atrás o piloto da Ferrari usou da estratégia de reabastecimento – naquela temporada trocas de pneus não eram permitidas – para ir ganhando posições quando os concorrentes paravam para por combustível. E foi nessa estratégia de adiar suas paradas que ele conseguiu pular para o terceiro lugar.

Fórmula 1: Briatore fez importante alerta para Alonso antes dele ir para a McLaren

Após a segunda rodada de reabastecimento, Schumacher ganhou a segunda colocação de Jenson Button e ficou colado em Alonso. As 12 voltas finais foram frenéticas, com o ferrarista azucrinando o espanhol, que se mantinha à frente com maestria. Na época ainda não havia asa móvel.

O piloto da Renault recebeu a bandeirada apenas 215 milésimos na frente do alemão, sendo a 11ª menor diferença entre o primeiro e o segundo colocado na história da Fórmula 1.

Fórmula 1: carros da BAR são desclassificados

O terceiro colocado foi Jenson Button, mas ele viria a ser desclassificado, assim como Takuma Sato, por conta de irregularidades no peso dos carros da BAR. Os comissários descobriram que a equipe usava combustível com lastro, o que foi considerado uma trapaça.

Fórmula 1 ganhará uma nova equipe em 2021

Por conta disso, o time chegou a correr o risco de ser excluído do campeonato, mas no final a punição foi a suspensão das duas corridas seguintes.