Publisher Theme
Art is not a luxury, but a necessity.

Fórmula 1 ganhará uma nova equipe em 2021

Enquanto a temporada de 2020 da Fórmula 1, ou o que restar dela, ainda não se inicia, algumas novidades já começam a aparecer para o ano que vem. Uma delas será a entrada de uma nova equipe na categoria, porém o número de escuderias seguirá sendo dez.

Nesta quarta-feira (1º), foi anunciado que a Austin Martin, após um hiato de seis décadas, voltará a ter equipe na Fórmula1. Ela será a substituta da Racing Point, que deixará de existir após pouco mais de dois anos, quando havia adquirido o espólio da Force Índia.

Fórmula 1: pai de Lance Stroll será o diretor da equipe

Siga o Diário Prime no Google News. Receba de graça os melhores conteúdos, Loterias, Futebol ao Vivo, Finanças, em primeira mão.

Fórmula 1: Chefe De Equipe Queria Que Seus Pilotos Pegassem Covid-19 De Propósito

A nova equipe seguirá tendo sua sede em Silverstone e será chefiada pelo pai do piloto Lance Stroll, o bilionário canadense Lawrence Stroll. O empresário comprou parte da montadora britânica, que segundo a imprensa teria caixa para manter suas operações por apenas mais um ano.

Lawrence Stroll será o chefe da nova equipe de Fórmula 1. Crédito: Twitter Racing Point
Lawrence Stroll será o chefe da nova equipe de Fórmula 1. Crédito: Twitter Racing Point

Stroll já havia adquirido o espólio da antiga Force Índia, que estava em recuperação judicial e trocado o nome para Racing Point. Agora, com a aquisição de parte da Aston Martin, a qual ele classificou como um de seus negócios mais desafiadores, o time passa a carregar o nome da tradicional marca automobilística.

Uma marca com o pedigree e história da Aston Martin precisa ser competir ao mais alto nível do automobilismo.

Lawrence Stroll

Fórmula 1: marca correu na categoria nos anos 50 e 60

A Aston Martin retornará à categoria em 2021 após uma curta passagem entre os anos de 1959 e 1960, quando disputou apenas cinco corridas. Quatro delas foram em seu primeiro ano e uma única no ano seguinte. Mas nem por isso deixou de obter resultados que podem ser considerados razoáveis.

Fórmula 1: Briatore fez importante alerta para Alonso antes dele ir para a McLaren

Coube ao inglês Roy Salvadori conduzir a equipe a seus melhores resultados, em 59, nas corridas disputadas na Inglaterra e em Portugal, quando chegou em quinto. Naquela época só os cinco primeiros marcavam pontos na Fórmula 1.

No ano seguinte, o time disputou apenas o GP da Inglaterra, em Silverstone, que teve o abandono de Salvadori e o francês Maurice Trintignant chegando na 11º posição.

Apesar estar há tempos longe da Fórmula 1, a Aston Martin tem tradição em protótipos, acumulando vitórias na categoria GT das 24 Horas de Le Mans.

Fórmula 1 anuncia o adiamento de mais três etapas da temporada