Publisher Theme
Art is not a luxury, but a necessity.

Fórmula 1: chefe de equipe queria que seus pilotos pegassem Covid-19 de propósito

Enquanto o mundo ainda busca uma cura para a Covid-19, o chefe de uma grande equipe de Fórmula 1 sugeriu uma solução um tanto quanto controvérsia. Helmut Marko, consultor da Red Bull, queria que seus pilotos contraíssem o coronavírus de forma proposital e assim estarem imunes para quando a temporada começasse.

Na visão do austríaco, todos os pilotos, tanto da Red Bull quanto da Alpha Tauri, além dos que fazem parte do programa de desenvolvimento, seriam levados para um campo de treinamento. Lá eles seriam tratados para desenvolver a imunidade e ficarem prontos para quando a Fórmula 1 retomasse. Mas por conta da alta rejeição, o plano foi abortado.

Fórmula 1: autoridades de saúde reprovam a ideia

Siga o Diário Prime no Google News. Receba de graça os melhores conteúdos, Loterias, Futebol ao Vivo, Finanças, em primeira mão.

Fórmula 1: Briatore Fez Importante Alerta Para Alonso Antes Dele Ir Para A McLaren

A ideia de que as pessoas sejam infectadas pelo coronavírus e dessa forma criem defesas naturais no organismo chegou a ser cogitada pelo governo britânico. No entanto, ela foi desaconselhada pela Organização Mundial da Saúde, que prega o isolamento social como forma mais eficiente de combate à pandemia.

A ideia de Marko para seus pilotos de Fórmula 1 foi rejeitada. Crédito:  Twitter Helmut Marko
A ideia de Marko para seus pilotos de Fórmula 1 foi rejeitada. Crédito: Twitter Helmut Marko

A ideia era organizar um campo para superar mental e fisicamente o tempo morto

Helmut Marko, diretor da Red Bull

Dentre os pilotos que fariam parte da “quarentena” da Red Bull está Sérgio Sette Câmara. O brasileiro voltou a fazer parte do time da companhia de energéticos após um período como piloto de testes da McLaren.

Fórmula 1: calendário de 2020 afetado

A pandemia do coronavírus causou sério impacto no calendário desde ano da Fórmula 1, que previa o recorde de 22 provas. Duas delas, a da Austrália e a de Mônaco, já foram riscadas do cronograma deste ano. Além disso, Barein, Vietnã, China, Holanda, Espanha e Azerbaijão não acontecerão mais nas datas programas, se é que ainda irão acontecer.

Fórmula 1 anuncia o adiamento de mais três etapas da temporada

O atraso para o inicio da temporada e o tempo de inatividade das equipes em suas fábricas, além do inevitável prejuízo financeiro, também acarretaram em outras mudanças. O novo regulamento da categoria, previsto para entrar em vigor já no ano que vem, foi adiado para 2022.

Fórmula 1: Renault não descarta ir atrás de piloto da Ferrari