Publisher Theme
Art is not a luxury, but a necessity.

Fórmula 1: antes da temporada começar, Ferrari manda duro recado a seus pilotos

Desde a época em que Gilles Villeneuve e Didie Pironi em companheiros, a Ferrari vivia uma rivalidade tão grande dentro da equipe como a vista em 2019 entre Sebastian Vettel e Charles Leclerc. A ascensão do jovem monegasco combinada com a má fase do tetracampeão fez aflorar uma disputa aclamada pelos fãs de Fórmula 1. O ápice dessa nova rivalidade foi o toque entre os dois no Grande Prêmio do Brasil, que acabou tirando ambos da prova.

Mas se os torcedores da Fórmula 1 estão achando muito legal esse embate entre os carros vermelhos, os diretores da equipe italiana não a enxergam com os mesmos olhos. Nesta semana, o chefe Mattia Binotto mandou um recado direto a seus pupilos, deixando bem claro quem tem a preferência.

Fórmula 1: chefe da Ferrari diz o que é prioridade dentro da equipe

Siga o Diário Prime no Google News. Receba de graça os melhores conteúdos, Loterias, Futebol ao Vivo, Finanças, em primeira mão.

Binotto advertiu tanto Vettel quanto Leclerc que a prioridade é a própria equipe e que seus interesses estão acima de qualquer meta individual. Já em termos de hierarquia entre os pilotos, o dirigente disse que haverá igualdade de tratamento, mas que Vettel, por ser mais velho, ainda é a esperança de título do time de Maranello.

Leia também: Por Conta De Coronavírus, Ferrari Diz À FIA O Que Precisa Para Viajar À Austrália

Pilotos tiveram que se entender após batida no GP Brasil de Fórmula 1. Crédito: Twitter oficial da Ferrari
Pilotos tiveram que se entender após batida no GP Brasil de Fórmula 1. Crédito: Twitter oficial da Ferrari

No entanto, nas palavras do próprio chefe da equipe, isso não significa que Charles Leclerc não tenha condições de brigar pelo campeonato. Ele elogiou o monegasco, mas avisou que ordens de equipe podem ser passadas em algum momento, caso isso seja para o bem do time.

Fórmula 1: pilotos se entenderam após a batida em Interlagos

O ponto alto – e desastroso – dessa rivalidade dentro da equipe ocorreu no GP do Brasil de Fórmula 1, quando em uma disputa por posição os dois pilotos se tocaram e tiveram que abandonar a prova. Binotto classificou esse episódio como sento útil, afirmando que após o episódio eles entenderam como devem se comportar e qual deve ser o papel dentro da equipe.

Leia também: Sete Equipes Divulgam Abaixo-Assinado Contra Ferrari E FIA E Ameaçam Ir À Justiça

Para o diretor da equipe, agora os pilotos se conhecem melhor e ele esta feliz pela maneira como agora estão se comportando e com o nível de discussão para o desenvolvimento do carro. “Estou muito feliz com o nível da discussão que tivemos. Eles entendem perfeitamente qual deve ser o caminho para vencer na pista”, disse.

Leia também:  Brasileiro Fica Perto De Se Tornar Terceiro Piloto De Equipe de Fórmula 1 Após Obter Superlicença