Publisher Theme
Art is not a luxury, but a necessity.

Pastores convidados para a posse de Bolsonaro, confira

Para a cerimônia da posse do presidente eleito Jair Bolsonaro, no primeiro dia do próximo ano,  seu gabinete distribuiu cerca de dois mil convites.

Estão sendo esperados entre os  convidados  para o evento vários mandatários e chefes de estado, além de  vários religiosos.

Valdomiro santiago convidado para posse do presidente Bolsonaro foto Uol.com.br
Valdomiro santiago convidado para posse do presidente Bolsonaro foto Uol.com.br

Entre os membros da família devem comparecer , conforme informado pela agência Brasil, a mãe, dona Olinda Bolsonaro, de 89 anos, seu único irmão, Renato e também filhos, noras, cunhados, netos e sobrinhos.

Edir Macedo Foto Folha.uol.com.br
Edir Macedo Foto Folha.uol.com.br

Já entre os pastores evangélicos que receberam convite e confirmaram presença estão Silas Malafaia, Valdemiro Santiago, Edir Macedo e Josué Valandro, da Igreja Batista Atitude – templo frequentado pelo presidente eleito e a futura primeira-dama, Michelle Bolsonaro.

Esta será a primeira vez que líderes evangélicos estarão merecendo destaque na cerimônia de posse de um presidente da república.

pastor convidado para a posse de Bolsonaro, Silas Malafaia
pastor convidado para a posse de Bolsonaro, Silas Malafaia

 

Apesar da ser uma data ingrata, pois é logo no primeiro dia de janeiro, bem após as festas de réveillon, vários presidentes de países confirmaram presença:

Maurício Macri (Argentina), Sebastián Piñera (Chile), Mario Abdo Benítez (Paraguai), Tabaré Vázquez (Uruguai), Iván Duque Márquez (Colômbia) e Marín Vizcarra (Peru).

Além do primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, o secretário de Estado americano, Mike Pompeu, além do presidente de Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa.

Os representantes de Cuba e Venezuela, respectivamente Díaz Canel, sucessor de Raúl Castro e Nicoláz Maduro,  foram durante criticados por Bolsonaro durante a sua campanha, e agora foram desconvidados para o evento. Bolsonaro chegou a dizer sobre eles o seguinte no seu twitter:

Naturalmente, regimes que violam as liberdades de seus povos e atuam abertamente contra o futuro governo do Brasil por afinidade ideológica com o grupo derrotado nas eleições não estarão na posse presidencial em 2019. Defendemos e respeitamos verdadeiramente a democracia-.

Outra ausência certa será do presidente americano Donald Trump, que nem mesmo mandará o seu vice-presidente, apesar de ser uma espécie de espelho para o futuro presidente brasileiro.

Continue lendo…