Publisher Theme
Art is not a luxury, but a necessity.

Pastor Marco Feliciano se pronuncia após o processo de estupro ser arquivado

O pastor Marco Feliciano, que  é também deputado federal pelo PODE-SP, publicou em suas redes sociais um vídeo, em que aparece na tribuna da Câmara dos Deputados  proferindo um discurso de celebração.

Isso se deve à  vitória que alcançou nos autos de acusação que contra ele existiam,  a partir das acusações da jornalista Patrícia Léllis.

O Ministério Público do Distrito Federal não enxergou elementos probatórios mínimos que justificassem uma denúncia formal contra Marco Feliciano.

Dessa maneira então, as investigações foram arquivadas. E só podem ser retomadas caso novas e substanciosas provas venham a conhecimento da promotoria.

Marco Feliciano, pastor e deputado

Marco Feliciano, pastor e deputado

 

Feliciano disse  em tom   eloquente:

“…  aguardei pacientemente por dois anos. Quando Deus age, ele advoga com justiça e a bênção acontece, provando que quando um ungido do Senhor é atacado, uma legião de anjos é convocada e forma um escudo protetor e lhe dá a vitória”.

O pastor Feliciano lembrou-se de agradecer a familiares e irmãos da igreja que oraram por ele,  e também de liberar perdão à sua acusadora. Contudo afirmou que mesmo assim,  vai buscar indenização na Justiça:

 “Eu perdoo a moça, mas para que sirva de lição a lei a alcançará. Eu buscarei reparação civil, pois ela tocou naquilo que me é mais caro, que é a minha família e a minha honra”

Por último agradeceu a Deus, orando por todos que sofrem com falsas acusações sobre terem cometido crimes,  e pediu à mídia em geral que divulgasse a sua inocência:

“Finalizo agradecendo a Deus pela vitória, pedindo a Ele que ajude a todas as pessoas que sofrem com falsas acusações de crimes. Peço humildemente que os programas de TV, rádios, jornais, revistas e mídias sociais divulguem sobre a minha inocência. Deus está sempre do lado da verdade”.

A jornalista que o acusou

A jornalista Patrícia Léllis, que já foi candidata pelo PROS, à cadeira de deputada federal,  se envolveu depois disso em outra polêmica, dessa vez acusou o parlamentar Eduardo Bolsonaro, por suposta ofensa verbal  e ameaça cometidas pelo político contra ela.

O processo estaria correndo junto ao Supremo Tribunal Federal. E a jornalista ainda continua sustentando, que de fato aconteceram as investidas de Feliciano, sem, entretanto,  conseguir provar nada perante as autoridades.

Continue lendo…