Publisher Theme
Art is not a luxury, but a necessity.

Mais Lidas

Todo mundo comentando

Vai vender o carro? Não anuncie sem saber o valor de tabela FIPE

Assistas aos melhores vídeos clicando aqui
Não perca nenhum conteúdo de nosso Blog. Clique no botão abaixo e fique atualizado!

A tabela FIPE é a principal ferramenta para saber o valor de mercado de um veículo que está sendo vendido. No entanto, vale lembrar que ela não regula o valor e, sim, o próprio mercado dirá quanto vale. Sendo assim, confira melhor a seguir a importância da tabela para os grandes vendedores.

Vai vender o carro? Não crie o anúncio sem saber o valor de tabela FIPE
Vai vender o carro? Não crie o anúncio sem saber o valor de tabela FIPE

Por que é importante criar um anúncio sabendo da tabela FIPE?

Em primeiro lugar, a tabela FIPE é pensada sob uma perspectiva essencial: mostrar o valor que o veículo tem. A ideia central é conseguir mostrar uma média sobre o carro em questão.

Esse fato auxilia a todas as partes porque permite ter condições para que uma negociação que seja efetiva.

Certamente ela influencia muito o processo de negociação e muitas vezes pode separar um negócio bom de um ruim.

Ao consultar os valores da tabela FIPE, a tendência natural é que dê para ter uma ideia do valor do seu carro. Em seguida, você pode prosseguir com o anúncio e conseguir um negócio que seja o melhor para todos.

Veja ainda: Quer comprar um carro zero? Saiba o que analisar antes de escolher

A mágica que a tabela FIPE pode fazer

Em resumo, pense em alguém que deseja vender um carro e não sabe como proceder. Naturalmente, a chance de sugerir um preço elevado ou muito abaixo do mercado é grande.

Aqueles que usam a tabela a seu favor têm a probabilidade maior de inserir um preço justo e não acima ou abaixo da média. Muitos conseguem negócios melhores devido a esse fato e outros não. Ou seja, é preciso estar atento a essa situação.

Lembre-se: o valor final é o próprio vendedor que irá definir

Embora a tabela FIPE seja efetiva e auxilie o processo, a realidade é que o vendedor é quem deve definir os valores.

O principal é ser justo nessa hora e considerar alguns fatores para que a negociação aconteça. Confira a seguir quais são:

  • Desvalorização do modelo;
  • Estado de conservação;
  • Documentação;
  • Parte mecânica como um todo;
  • Localização para o processo de venda;
  • Modelo de negócio (se é troca ou apenas vendas).

Em suma, a tabela FIPE é uma grande aliada e facilita muito o processo de venda do veículo. No entanto, conforme citado no texto, a responsabilidade final pelo valor cabe ao proprietário e não à outra parte.

Leia mais: Vai comprar o primeiro carro? Veja lista com melhores modelos

Para obter mais conteúdos siga o Diário Prime no Google News. Quer se avisado de graça sobre os melhores conteúdos em primeira mão? Receba Nossas Notificações Aqui!