Publisher Theme
Art is not a luxury, but a necessity.

Mais Lidas

Todo mundo comentando

Como vender um carro usado acima da tabela FIPE

Assistas aos melhores vídeos clicando aqui
Não perca nenhum conteúdo de nosso Blog. Clique no botão abaixo e fique atualizado!

Muitos motoristas ficam na dúvida sobre o preço na hora de vender seus veículos usados. Nestes casos, utilizar a Tabela FIPE pode ser uma boa solução.

No entanto, apesar de existir uma tabela que pode ser utilizada como ponto de partida na hora da venda, para que o motorista consiga receber o valor justo pelo seu carro é preciso observar alguns pontos.

Como vender um carro usado acima da tabela FIPE
Como vender um carro usado acima da tabela FIPE

Como vender um carro acima do valor da Tabela FIPE

Levar em consideração os pontos a seguir prometem um ganho a mais na hora de revender o veículo.

Estado de conservação

Quando um consumidor procura um carro para comprar, o que mais chama atenção é o estado de conservação, ou seja, a estética do automóvel.

Neste sentido, a aparência deve ser a melhor possível, sem arranhões, amassados ou problemas com a pintura.

Por isso, em alguns casos, reparar a estética do automóvel pode atrair mais compradores e aumentar o valor de revenda do carro comparado à tabela FIPE.

No entanto, é preciso ponderar se a valorização que o veículo pode ter, compensa o gasto com a pintura.

Região

Alguns estados do Brasil possuem maior demanda por alguns tipos de veículos e essa variação regional também deve entrar na conta na hora da revenda.

É importante, portanto, verificar como é a procura pelo modelo do carro por localização. Afinal, sabendo disso, o cliente tem maiores chances de vender o automóvel acima do preço da tabela FIPE.

Leia também: Tabela Fipe: Como escolher um carro para comprar? Dicas que vão facilitar a sua vida

Cor

Cerca de 80% dos brasileiros preferem carros nas cores preto, branco, prata e cinza na hora de comprar seu carro zero.

Ou seja, outras cores podem ter uma aceitação menor e, consequentemente, mais chances de desvalorização e menores chances de revenda.

Por isso, considerar onde a cor do automóvel é mais valorizada também pode fazer com que o carro seja vendido acima da tabela FIPE.

Histórico do veículo

Alguns pontos levar a valorização ou desvalorização do automóvel:

  • quilometragem
  • colisão
  • leilão
  • roubo ou furto
  • relato de sinistro.

Afinal, a cada 10.000 km rodados, o carro é desvalorizado em 0.5%., e em caso de colisão, cerca de 8%.

Já em caso de leilão, a desvalorização é de 9,2%. Enquanto isso, os veículos que já sofreram roubos ou furtos se desvalorizam 3,5% e os que sofreram colisão em torno de 6,9%.

Marca do carro

Na hora de revender os automóveis, algumas marcas se destacam por um preço de revenda diferenciado, superior ao da tabela FIPE, como:

  • Honda
  • Hyundai
  • Toyota
  • Chevrolet
  • Ford

Entretanto, alguns pontos como custo de manutenção e disponibilidade de peças para reposição podem influenciar na preferência dos motoristas e impactar na valorização do carro e no preço na hora da revenda, independente do valor da tabela FIPE.

Veja mais: Tabela Fipe: Novo Jeep de 7 lugares será exclusivo para o Brasil

Para obter mais conteúdos siga o Diário Prime no Google News. Quer se avisado de graça sobre os melhores conteúdos em primeira mão? Receba Nossas Notificações Aqui!