Publisher Theme
Art is not a luxury, but a necessity.

Mais Lidas

Todo mundo comentando

Manutenção: como não cair em golpes de mecânicos em 5 passos

Assistas aos melhores vídeos clicando aqui
Não perca nenhum conteúdo de nosso Blog. Clique no botão abaixo e fique atualizado!

Quando precisam ir à oficina, muitas pessoas ficam com receio de cair em golpes praticados pelos profissionais, já que nem todos os motoristas sabem muito sobre mecânica automotiva. Se este é seu caso, saiba quando é preciso levar o carro para manutenção e como não cair em golpes de problemas maiores do que a necessidade do veículo.

Manutenção como não cair em golpes de mecânicos em 5 passos
Manutenção como não cair em golpes de mecânicos em 5 passos

Quando levar o carro à oficina para manutenção?

1. Fique atento a barulhos no freio

Muitos motoristas não se atentam, mas ao frear o automóvel em alguns casos pode-se ouvir barulho estridente, do atrito entre os ferros que compõem o sistema de freios do carro.

Por isso, se ao frear o carro perceber um barulho diferente, é preciso levá-lo até uma oficina e verificar a necessidade da troca das pastilhas ou até mesmo do disco do freio do veículo.

2. Evite o superaquecimento do motor

Nem sempre é possível saber quando o carro vai superaquecer. No entanto, caso isso aconteça, surgirá na tela uma luz vermelha indicando o superaquecimento. Por isso, o primeiro ponto é prestar atenção às luzes do painel.

Como medida preventiva, é importante manter o reservatório de água sempre com o nível indicado.

Caso isso não seja observado, o carro pode ferver e gerar grandes prejuízos financeiros, como a necessidade de retificar o motor.

Dessa forma, caso isso aconteça, o recomendado é se direcionar até um local seguro, aguardar o resfriamento do carro e procurar um mecânico de confiança em seguida.

Veja ainda: Manutenção: Quando se deve trocar o óleo de câmbio?

3. Não descanse o pé na embreagem

Esse é um costume que muitos motoristas têm e que podem antecipar o desgaste da peça que precisará ser trocada.

Por isso, se ao trocar a marcha o motorista sentir dificuldade, pode ser preciso levar o carro para o mecânico verificar a necessidade de fazer a embreagem do carro.

4. Faça manutenção nos fluídos do carro

Trocar o óleo do carro é fundamental para garantir que ele não superaqueça.

Por isso, é recomendado que o motorista verifique no manual do carro os períodos para a substituição do óleo, que é feita normalmente a cada 10 mil quilômetros rodados.

No entanto, a previsão vai depender do que constar no manual do veículo.

5. Cuide dos pneus e da bateria

Esses são outros itens que podem comprometer a segurança e o bom funcionamento do carro.

Observar os sulcos dos pneus, escolher pneus de boa procedência e de acordo com o disposto no manual do carro pode garantir uma estabilidade maior de todos os passageiros do automóvel durante a viagem.

Quanto à bateria, é importante observar os prazos para substituição. Normalmente, elas precisam de troca a cada ano. No entanto, isso não é uma regra, afinal, vai depender também da procedência da bateria e da utilização da mesma.

Para compreender melhor sobre o funcionamento e manutenção do carro, é sempre recomendado verificar o manual do carro. Afinal, em alguns casos, as montadoras podem trazer novidades a cada modelo fabricado.

Continue lendo: Como fazer a manutenção elétrica preventiva do automóvel

Para obter mais conteúdos siga o Diário Prime no Google News. Quer se avisado de graça sobre os melhores conteúdos em primeira mão? Receba Nossas Notificações Aqui!