Publisher Theme
Art is not a luxury, but a necessity.

Mais Lidas

Todo mundo comentando

Como fazer a manutenção elétrica preventiva do automóvel

Assistas aos melhores vídeos clicando aqui
Não perca nenhum conteúdo de nosso Blog. Clique no botão abaixo e fique atualizado!

Fazer a manutenção elétrica preventiva do automóvel é muito importante. Afinal, ficar parado no trânsito é uma situação pela qual nenhum motorista gostaria de passar. Além disso, saber como fazer a manutenção elétrica preventiva, como dar a devida atenção aos componentes pode evitar prejuízos financeiros e multas decorrente de pane elétrica.

Como fazer a manutenção elétrica preventiva do automóvel
Como fazer a manutenção elétrica preventiva do automóvel

Como cuidar da parte elétrica veicular

Cuidar do sistema elétrico é a única maneira de garantir que o motorista não ficará enguiçado na rua por problemas relacionados à pane elétrica.

Por isso, é preciso ter em mente como fazer a manutenção elétrica preventiva dos componentes que compõe o sistema elétrico.

Veja agora os itens que precisam ser revisados periodicamente, a fim de evitar pane elétrica no veículo.

Bateria

Esse é o principal componente do sistema elétrico do carro, uma vez que a bateria alimenta todo o conjunto. A vida média da bateria é de até quatro anos, na melhor das circunstâncias.

No entanto, é recomendado que, uma vez por ano, o motorista vá até uma oficina mecânica especializada e verifique a eficiência e o funcionamento da bateria. O ideal é realizar testes que podem confirmar se a bateria necessita ou não ser substituída.

Alternador

Outro componente fundamental é o alternador, que funciona recarregando a bateria durante seu uso. Sem ele, o veículo dependeria apenas da energia acumulada na bateria.

Por isso, é importante estar atento a sinais como:

  • dificuldades na partida do motor,
  • variação na iluminação das lâmpadas de farol,
  • luz de bateria no painel acesa,

Nestes casos, o recomendado é procurar uma oficina mecânica de confiança para que se faça uma manutenção e verifique o funcionamento do alternador.

Leia ainda: Quer comprar um carro zero? Saiba o que analisar antes de escolher

Iluminação

Um item que está extremamente ligado a segurança dos passageiros é o sistema de iluminação do carro. Afinal, verificar as lâmpadas dos faróis e das lanternas é necessário para evitar acidentes de trânsito.

A duração das lâmpadas seguem uma norma internacional e costumam durar cerca de 700 horas. Esse número  é previsto pela lei e deve ser cumprido por todas as distribuidoras que produzem esses produtos.

Sinalização

As luzes de posição e as setas também devem ser verificadas a fim de evitar colisões.

Neste caso, a recomendação é que a troca ocorra anualmente, sem que seja necessário aguardar a queima dos itens para que então sejam substituídos.

Dessa forma, a substituição deve ser feita com a lâmpada ainda em funcionamento para evitar o risco de queima durante uma situação onde ela seja necessária.

Periféricos

Elementos como vidros e travas elétricas são funções cujo o principal objetivo é fornecer conforto aos passageiros mas que também merecem atenção.

Afinal, uma falha no funcionamento das travas pode deixar o carro aberto ao estacionar. Enquanto que problemas elétricos nos vidros pode impedir o total fechamento das janelas.

Por isso, o recomendado é levar o carro ao mecânico uma vez ao ano a fim de fazer a manutenção desses componentes. Já que ninguém quer tomar um banho de chuva dentro do carro quando o vidro elétrico não quiser fechar.

Alarme e sistema de som

Outro ponto que merece atenção é a instalação de alarme e sistema de som que não são de fábrica. Uma vez que a instalação se feita de forma incorreta, pode sobrecarregar a bateria e reduzir a sua vida útil, fazendo com que deixe de funcionar subitamente.

Vale lembrar que no painel do carro constam as principais informações referente aos problemas elétricos.

Assim, é preciso estar atento ao surgimento de possíveis luzes no painel. Pois, elas podem indicar problemas que devem ser corrigidos no veículo.

A fim de evitar situações como essas, é bom verificar o manual do carro pois algumas montadoras costumam indicar o tempo ou quilometragem para troca ou manutenção elétrica.

Veja também: Comprar um carro: você conhece todos os custos envolvidos?

Para obter mais conteúdos siga o Diário Prime no Google News. Quer se avisado de graça sobre os melhores conteúdos em primeira mão? Receba Nossas Notificações Aqui!