Saúde: Polícia apreende medicamentos ilegais para emagrecer em Joinville

Pessoas estão buscando de forma errada métodos de emagrecimento

0

As pessoas buscam diversas formas de emagrecer, isso todo mundo sabe. E uma das mais comuns é consumindo alguns medicamentos e prejudicando a Saúde. Só que nem todos eles são vendidos de maneira legal, com aprovação da Vigilância Sanitária e licença da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Em Joinville a Polícia Civil localizou diversos medicamentos ilegais.

Saúde e Emagrecimento
Saúde prejudicada por medicamentos para emagrecer

“Dieta de Risco”

A Polícia Civil geralmente elabora bons nomes para suas operações, dessa vez foi “Dieta de Risco”, algo bem ligado com o que os medicamentos prometiam. Foram apreendidos 105 fracos, sendo que cada um deles tinha 30 comprimidos. Esse falso medicamento era vendido em todo o país através da internet.
O remédio era conhecido por Bioslim. Havia promoção para quem comprasse mais unidades, assim como fazem a maioria dos sites que vendem medicamentos semelhantes. A empresa que produzia as cápsulas garantia que eram utilizadas apenas substâncias naturais na produção e não componentes químicos.
O distribuidor do Bioslim ficava em Joinville, sendo que os medicamentos falsos eram produzidos em Goiás e repassados a empresa catarinense. Ninguém foi preso, irão responder em liberdade por crime contra a saúde pública e tráfico de drogas.

Os perigos para a Saúde

Quem costuma acessar sites de receitas ou mesmo assiste vídeos no YouTube sobre emagrecimento pode se deparar com alguns medicamentos que prometem verdadeiros milagres para a saúde. Dizem que farão você perder peso em poucos dias e afirmam que possuem selo da Anvisa. Muitas vezes são fraudulentos e podem até fazer mal.
Neste caso, uma mulher morreu em Lages, na serra catarinense, por ter consumido o mesmo remédio apreendido em Joinville. A análise do Instituto Geral de Perícias (IGP) apontou que havia sibutramina, um famoso fármaco utilizado para emagrecimento, vendido apenas sob prescrição médica e retenção de receita.

Mais vítimas e a Saúde prejudicada

Em Joinville outras duas mulheres que usavam o remédio que prometida emagrecimento rápido e saudável foram internadas em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Uma delas foi socorrida por seu marido, enquanto a outra vítima era motorista por aplicativo e bateu seu carro em uma árvore.

Sempre desconfie

Se existem medicamento falsos que prometem emagrecimento rápido é porque há mercado para isso. Não adianta tentar perder peso a todo custo e colocar a
saúde em risco. Neste caso, registrado em Santa Catarina, a investigação começou após uma cliente denunciar a venda dos medicamentos ilegais.
Por sorte a Policia Civil conseguiu descobrir o esquema e evitar que mais pessoas fossem internadas por consumir o remédio que prometia emagrecimento.

Leave A Reply

Your email address will not be published.