Publisher Theme
Art is not a luxury, but a necessity.

- Publicidade -

Genesis Group abre oportunidades para classificadores de grãos em diversas regiões do Brasil

Para chegar até seu destino, seja no armazém do comprador ou nos portos para exportação, os grãos passam por diversas etapas, incluindo inspeções, análises, controles e procedimentos essenciais. Responsável pela avaliação de mais de 70 milhões de toneladas de grãos por safra, o Genesis Group destaca a importância do trabalho do classificador de grãos, profissional que atua no controle de qualidade da produção.

Grãos

 

Com a proximidade da colheita da nova safra de grãos, que superará 242 milhões de toneladas, o Genesis Group abre mais de 1000 vagas para reforçar sua equipe de classificadores de grãos. As oportunidades são oferecidas em diversos estados do Brasil, como Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás, Minas Gerais, Tocantins, Piauí, Bahia, Maranhão, Paraná e Rio Grande do Sul.

Para se candidatar às vagas, não é necessário ter experiência. Os requisitos são apenas: preferencialmente segundo grau completo e disponibilidade para viagens.

“Conhecimento prático não é necessário para o candidato. Precisamos de pessoas que absorvam rapidamente as metodologias do Genesis Group e que estejam empenhadas em realizar de forma ética e transparente todas as etapas do processo de classificação de grãos”, explica Joaquim Resende, gerente de operações do Genesis Group.

Joaquim reforça que o classificador tem papel fundamental na cadeia produtiva, pois ele é o responsável pela inspeção das cargas agrícolas. “Sua função é garantir que os produtos comercializados estejam dentro dos parâmetros das Instruções Normativas estabelecidas pelo Ministério da Agricultura”, reforça o gerente de operações do Genesis Group.

Os classificadores podem atuar em diversos estabelecimentos, como propriedades rurais, cooperativas, unidades armazenadoras, entre outros. Nos pontos de embarque de grãos, eles executam tarefas como supervisão dos embarques nos caminhões, além da coleta de amostras para a classificação. A partir daí eles avaliam diversos aspectos, como nível de umidade dos grãos, impurezas, avarias, sementes tóxicas e presença de insetos, nos casos de embarques de soja, milho e trigo.

“O crescimento do agronegócio brasileiro nos últimos anos impulsionou a demanda por novos classificadores. Quando comecei minha carreira no Genesis Group, em 2006, a procura por este profissional era baixa. Hoje temos muitos classificadores atuando no mercado, porém, há demanda crescente devido à qualificação ideal para a realização deste serviço”, comenta Resende.

O especialista do Genesis Group começou sua trajetória como auxiliar de classificador de grãos e hoje atua como gerente de operações, responsável por toda a região sul do país. Nestes anos de atuação, Resende conseguiu diversos títulos importantes e se tornou multiplicador, sendo responsável também pela capacitação dos novos classificadores.

Ainda segundo Joaquim Resende, os candidatos precisam estar abertos às transformações digitais. “No início da atividade, trabalhávamos com planilha de papel e hoje é tudo digital e conectado. Aqui no Genesis Group, nosso diferencial é a tecnologia empregada em nossos processos, com sistemas online e informações para o cliente em tempo real. O classificador precisa estar antenado e, acima de tudo, gostar do que faz. Ele precisa ‘Ser agro’, complementa.

Os interessados em participar do processo seletivo para classificador de grãos devem acessar o site: http://www.genesisgroup.com.br/pages/trabalhe_conosco.php

Paulo Santos
(+55) 11 3039-4100 (+55) 11 96975-5294
www.textoassessoria.com.br [email protected]