Fórmula1: Gp da Rússia segue com dobradinha da Ferrari nos treinos

0
66
Ferrari's German driver Sebastian Vettel competes during the qualifying session for the Formula One Russian Grand Prix at The Sochi Autodrome Circuit in Sochi on September 28, 2019. (Photo by Dimitar DILKOFF / AFP)

Fórmula 1 este sábado , foi marcado por dobradinha da Ferrari.A equipe aproveitou bem a particularidade do seu motor e conseguiu garantir boas colocações para o GP da Rússia que acontecerá amanhã às 8:10 horário de Brasília.A Mercedes de Lewis Hamilton largará na segunda e quarta posição. A conquista de Hamilton da segunda colocação foi conseguida na última volta do GP.

Repetindo os feitos do mito da Ferrari na Fórmula 1

Na corrida de Fórmula 1 da manhã deste sábado, Leclerc consegue mais uma pole no treino livre do GP da Rússia.

Com isso chega a sua 4°pole consecutiva. Sendo assim, se iguala ao ícone da escuderia, Michael Schumacher.

Mas, quando questionado sobre como ele se sentia, batendo uma marca na escuderia que antes pertencia somente a Schumacher. O piloto se mostrou humilde e disse não estar pensando nisso agora, mas que o seu foco estava em sua carreira.

No entanto, o piloto da Ferrari declarou que talvez essa não fosse uma posição tão boa de se largar devido às características da pista.

“Não sei se é o melhor lugar largar na pole, pois a reta é longa e quem vem atrás acaba levando vantagem”, disse Leclerc.

Desta forma, o nome de Leclerc passa a ser um dos favoritos a levar o título do campeonato da Fórmula 1.

Já o terceiro colocado, também da Ferrari Sebastian Vettel, ficou atrás de Leclerc 0,425s.

Com a expressão não tão feliz quanto a do monegasco, Vettel declarou que teve problemas para tirar o máximo do carro no início, mas que no final acabou se acertando.

Por fim, fechando o top 3, vem o líder do campeonato e um dos favoritos ao título, o Inglês Lewis Hamilton.

Deste modo o líder do campeonato que se qualificou nas últimas voltas, ressaltou o motor da escuderia italiana nas retas.

“O motor da Ferrari tem uma velocidade de reta totalmente diferente, eles estão em outro nível”, declarou Hamilton.

Em seguida Lewis declarou que deu todo que tinha na última volta, mas que não esperava se qualificar.

O inglês ficou apenas 0.42 segundos atrás Ferrari e conseguiu a qualificação por muito pouco.

Estratégias para a corrida

Cada equipe vem traçando estratégias diferentes, buscando levar o prêmio da Fórmula 1. Sendo assim, Lewis Hamilton declarou que precisa tentar alguma coisa diferente, pois não conseguiria competir com os motores da Ferrari na reta.

Assim, Hamilton disse que sairá com pneus médios, mesmo sabendo não ser um bom pneu para largada. Porém, utilizará esta estratégia para competir com a potência do motor da escuderia italiana.

Leia ainda:Brasileirão 2019: Flamengo x São Paulo jogam ao vivo no Maracanã o jogo será hoje às 19h00

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here