Publisher Theme
Art is not a luxury, but a necessity.

- Publicidade -

Mais Lidas

Todo mundo comentando

Brasil é o segundo país no mundo em número de horas por dia no celular

celular
0

Sabe aquela impressão de que vivemos com o celular nas mãos e que não podemos mais ficar um dia longe dele? Isso está cada vez mais catalogado nos números, através de pesquisas que buscam quantificar a necessidade do uso diário dos smartphones na rotina.

Em um estudo realizado em 2019 pela Hootsuite com a We Are Social, foi constatado que o Brasil é o segundo país no mundo quando o assunto é tempo conectado à internet. Nessa pesquisa foi revelado que a média mundial das pessoas é de seis horas diárias com o celular nas mãos. Quando isso é colocado em perspectiva maior, significa que são cerca de 100 dias do ano só conectado ao smartphone.

Só que a realidade do Brasil é ainda mais hardcore nesse tema. O cidadão brasileiro fica, em média, aproximadamente nove horas e 20 minutos por dia no celular — ou seja, em um ano, isso significa 145 dias inteiros. Em termos de horas diárias com o celular nas mãos, o Brasil só fica atrás das Filipinas, país que consome aproximadamente 10 horas por dia em smartphone.

A pesquisa também constatou outros dados interessantes, como também o fato de que aproximadamente 70% da população mundial já conta com acesso a um dispositivo móvel — número bem maior do que a quantidade de pessoas que têm acesso à água potável, por exemplo.

Entre os vários motivos que apontam para a globalização dos smartphones, um dos principais é o altíssimo número de opções no mercado, além do fato de que não é preciso mais gastar uma fortuna para ter acesso a um bom dispositivo móvel.

Redes sociais: um dos maiores motivos para o brasileiro passar tanto tempo no celular

Como não é surpresa, as redes sociais são os maiores propulsores para tanto tempo por dia conectado ao celular. No segundo semestre do ano passado, a empresa GlobalWebIndex, sediada em Londres, realizou uma pesquisa em que analisou mais de 40 países dos mais influentes quando o assunto é “redes sociais”.

A pesquisa concretizou que a América Latina é a região em que mais há acesso às redes sociais no mundo, com média diária de 212 minutos.

Só o Brasil, por exemplo, tem em média 225 minutos por dia nas redes sociais, número que representa aproximadamente quatro horas. Redes e mídia sociais como YouTube, Whatsapp, Facebook e Instagram estão entre as quatro mais utilizadas no Brasil.

Celular como trabalho fora do expediente

celularepc
Photo Unsplash

Uma pesquisa recente da Deloitte apontou que a maioria dos profissionais levam o trabalho para casa depois que saem do expediente e acabam realizando tarefas através do celular, mesmo quando não é hora oficial de trabalho.

O estudo diz que nove a cada 10 brasileiros usam o celular como ferramenta de trabalho fora do expediente — sendo que 33% classificam como “muito frequente” o uso do dispositivo móvel nesse cenário.

“É um caminho sem volta. Da mesma maneira que no passado tivemos com o computador, quando ele de fato entrou na vida profissional e todo mundo precisou ter um no trabalho. O celular é a mesma coisa, é mais uma ferramenta de trabalho que se torna essencial”, afirma Marcia Ogawa, sócia-líder de tecnologia, mídia e comunicações da Deloitte.

Expectativa é de um futuro em que as pessoas passem ainda mais tempo conectadas

A versatilidade dos smartphones tem feito com que, cada vez mais, novas tarefas e funções sejam disponibilizadas na palma da mão. Um exemplo é a tradicional agenda de mão, que durante muito tempo foi essencial para servir como um bom método de planejamento da semana. Atualmente, o número de agendas físicas está em desuso e muito disso se deve ao fato de que há dezenas de aplicativos para dispositivos móveis que realizam essa mesma tarefa com muito mais opções.

Até as tradicionais atividades de lazer também estão migrando a todo vapor para o celular. Nos últimos anos, vários hobbies foram direto para a palma da mão, como é o caso do poker, com adaptabilidade em dispositivos móveis. Outras atividades como palavras-cruzadas, sudoku e tantas outras também contam com dezenas de versões diferentes para download.

Com o passar dos anos, a média de minutos dos brasileiros com o celular nas mãos só cresceu e a tendência não deve diminuir tão cedo. Tudo isso só deve ser turbinado no futuro com o fato de que o acesso à internet no país aumenta gradativamente em qualidade e qualidade.