Ansiedade: Saiba como lidar com ela e adaptar-se à nova rotina nesta quarentena

0
575
Ansiedade / Fonte: www.vittude.com
Ansiedade / Fonte: www.vittude.com

O ano de 2020 tem sido marcado pela pandemia ocasionada pelo novo Coronavírus. Devido ao agente causador da doença Covid-19, pessoas do mundo todo tiveram que mudar seus hábitos e rotinas.

Alguns perderam seus empregos, e estão preocupados com as despesas básicas de sobrevivência. Outros tiveram redução de jornada e de salários. Sem falar das crianças em idade escolar, que tiveram todo o processo educacional interrompido repentinamente. E hoje encontram-se em casa, divididas entre o lazer e os estudos.

Para tentar amenizar a angústia e o medo, que tomam conta das pessoas, diante do atual cenário em que vivemos, a psicóloga especializada em Neuropsicologia, Saúde Pública (Sanitarista) e Gestão de Pessoas, Marcelle Santos Guimarães, dá algumas orientações sobre como reinventar-se, para passar por este momento difícil.

“É importante olhar para a crise de forma a perceber o potencial de mudança e reinvenção para a prática tanto profissional como pessoal, mudando a forma de olhar para nosso interior e para as pessoas ao nosso redor, exercendo um cuidado diferenciado ao qual estávamos acostumados. Sair da Zona de conforto. Cuidar da Saúde Mental é tão importante quanto do físico, da alimentação, da socialização. Como profissional, busco aproveitar a quarentena para me qualificar, com novas práticas na promoção da saúde”, explicou.

Como amenizar a ansiedade em tempos difíceis

Por outro lado, o professor de História e coordenador pedagógico, Osvaldo Ribeiro de Souza Neto, que é diagnosticado com ansiedade desde a infância, explicou como encontrou acalento no esporte e na jardinagem, para contornar a situação.

“Vida de professor é uma vida cheia de atividades, planejamento, correções, etc. Então não sobra tempo pra nós mesmos! Esta rotina embora puxada, era a nossa vida, antes do isolamento social ser colocado em prática. E agora isso foi retirado de nós de repente! Então, para fugir da ansiedade eu pratico crossfit e foco em alimentação orientada por profissionais. Além disso, comprei plantas e estou cuidando delas todos os dias. Entre uma videoaula e outra. É como se elas me transmitissem vida, alegria e paz”, esclareceu.

Plantas / Fonte: Acervo pessoal Osvaldo Ribeiro
Plantas / Fonte: Acervo pessoal Osvaldo Ribeiro

Ainda de acordo com Marcelle, “existem maneiras alternativas de se manter a calma e equilíbrio em dia, como dançar, pular cordas, exercitar-se em casa, alongar-se, fazer uma meditação, cuidar de plantas, jogar, ler, dentre outras. A profissional explica que é importante ter um tempo para si, seja na hora do teres ou chimarrão, ou mesmo na hora do cafezinho, sair um pouco das telinhas e ouvir uma música, ligar para alguém que gosta, deixar o cérebro descansar”.

“Agora o movimento é de olhar para dentro, passar mais tempo com a família, mesmo que por meio de redes sociais. Cuidar de si mesmo e dos filhos, auxiliar nos estudos e nas brincadeiras, fazendo aquele pique-nique divertido ou inventando novas receitas. Para isso, é importante ressignificar o momento, “sair da caixa”, o jeito de fazer de antes nos proporciona ferramentas para melhorar o futuro”, reforçou.

Mundo online: Novas maneiras de atendimento psicoterápico

Atualmente, muitos setores já se reinventaram, para poder sobreviver às mudanças. E com os profissionais da saúde mental não foi diferente. Guimarães relata que está credenciada à plataforma Vittude onde presta atendimentos online, com segurança, privacidade e organização. Ela diz que os pacientes têm recebido bem a ideia de consultas virtuais.

” Eles costumam gostar, no começo pensam que é incômodo, que não vai ficar à vontade, mas depois deste primeiro contato, a maioria acaba gostando, recomendando e elogiando o atendimento, com as novas metodologias. Além disso, na plataforma, o paciente tem total autonomia, com acesso ao meu perfil, currículo, tempo de formação e agenda de atendimentos. O atendimento online, garante a segurança e saúde do profissional e do paciente evitando a transmissibilidade do vírus, além de conforto, pois o paciente está na casa dele, em ambiente confortável, e assim, acaba se sentindo à vontade também. Ele se fecha na sala dele e tem privacidade, pode conversar com profissional qualificado, falar conforme as suas necessidades, etc.” pontuou.

Vale ressaltar também, que o Município de Nova Mutum,  está oferecendo atendimentos de acolhimento psicológico gratuito, durante a pandemia. Os atendimentos acontecem pelo telefone: (65) 3308-5400 ramal 5626 ou celular, pelo: (65)9.9259-7750. E estão abertos a toda a população mutuense, que se encontra em isolamento, com ou sem covid-19.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here